Últimas

mualaf

soccer

Culture


A Prefeitura de Chã Grande, por meio da Secretaria de Educação, divulgou a programação do desfile cívico em comemoração a Independência do Brasil no próximo dia 7. Pela primeira vez, o desfile cívico de Chã Grande contará com um tema específico: “Biomas Brasileiros e Defesa da Vida”.
A programação terá início às 5h com o Desfile da Alvorada com a Banda Musical Pedro Jorge Frassati. O hasteamento da bandeira acontece às 7h na Câmara Municipal e em seguida na Prefeitura Municipal. O desfile cívico acontece a partir das 8h, com as participações de noves escolas municipais, três escolas particulares, três projetos sociais e também a participação de duas bandas marciais da cidade de Vitória de Santo Antão. No total, oito bandas, entre fanfarras, marciais e musicais, devem participar do evento, sendo seis bandas changrandenses.
Roteiro – O desfile tem concentração em frente a Escola Municipal XV de Março, fazendo trajeto pela Avenida 20 de Dezembro, ruas São José, Justino Gomes, Manoel Faustino de Queiroz, Joaquim José de Miranda até chegar na Avenida São José.
PROGRAMAÇÃO DESFILE CÍVICO DE 7 DE SETEMBRO
Tiro de Guerra
Escola Municipal XV de Março
Escola Araquém
Escola Nosso Amiguinho
Educandário Batista
Casa da Juventude
Escola Municipal Sandra Siqueira de Macedo
Escola Municipal João Faustino de Queiroz
Centro de Convivência de Idosos
Escola Municipal Nossa Senhora de Fátima
Banda Marcial Duque de Caxias (Vitória de Santo Antão)
Escola Municipal Amália Araújo Jurema
Escola Municipal Laerte Pedrosa
Escola Municipal Santa Luzia
Escola Municipal 20 de Dezembro
Banda Marcial CAIC Diogo de Braga (Vitória de Santo Antão)
Escola Municipal Maria Amélia
Educação de Jovens e Adultos (EJA)
Banda Musical Pedro Jorge Frassati

Assessoria



Na próxima quinta-feira (7), durante as comemorações pelo Dia da Independência do Brasil, o Educandário Batista faz mais uma homenagem à pátria, como já realiza anualmente. Este ano, seu desfile terá como tema a região agreste. “Faremos uma homenagem a nossa região, com nosso tema”, disse a gestora Luci Alvorais.
Terceira escola a desfilar nesta quinta-feira, após a passagem da Banda Musical XV de Março e da Escola Municipal XV de Março, como também das escolas Araquém e Nosso Amiguinho, o Educandário traz uma mistura das tradições e costumes do agreste pernambucano, região a qual parte do município está inserida.
Desfilando na cidade desde 2008, a tradição dos temas no Educandário Batista passou a fazer parte a partir do ano de 2011. Com isso, além de apresentar um tema com cores e brilhos durante o desfile, a proposta da escola é também que os alunos possam conhecer, durante o ano letivo, sobre a proposta.
Em 2011, primeiro ano com tema definido, a escola fez uma homenagem às bandeiras do Brasil. Já em 2012, a temática da saúde e a questão ambiental fizeram parte do desfile do Educandário Batista.
Em 2013, a temática escolhida foi o projeto “Nordeste Cultural”. Cada um dos nove estados da região foi apresentado pelos alunos.
No ano de 2014, a instituição resolveu homenagear sua própria história. Com um desfile marcado por emoção, o Educandário Batista comemorou seus dez anos de funcionamento em Chã Grande, sem esquecer também de uma homenagem especial a Primeira Igreja Batista, que naquele ano completou 60 anos no município.
Em 2015, o tema abordado foi “Mundo Tecnológico”. Os jogos Olímpicos do Rio, no ano passado, foram o tema do último desfile da escola, que contou até com a passagem da Tocha Olímpica, sendo carregada pela atleta gravataense Wislanny Karoline.

A Rádio Chã Grande FM (98,5) está com novidade na sua programação. Estreou nesta segunda-feira (4), o novo programa jornalístico da emissora. Sob o comando do radialista changrandense Bosco Silva, com a participação de Bruno Eduardo e o ex-vereador Zé Pedreiro, foi iniciado o programa Boa Noite, Chã Grande.
O novo programa chega à emissora trazendo ainda mais qualidade ao setor de jornalismo da Chã Grande FM, como garante seu apresentador Bosco Silva: “Este será um programa onde a imparcialidade e a qualidade serão questões levadas a sério, respeitando sempre o princípio do bom jornalismo”, disse.
E experiência é o que não falta na nova atração da Chã Grande FM. João Bosco da Silva é quem comanda a empreitada. Com mais de 20 anos de carreira no rádio, Bosco Silva teve atuação de destaque em vários programas, passando por vários estilos.
Em 2012, passou a ser o âncora do programa Primeira Página, na Rádio Gravatá FM. Com uma proposta de radiojornalismo de qualidade, assim como acontece em emissoras voltadas para o ramo noticioso, o programa rapidamente conquistou o público, sendo um dos mais ouvidos no rádio do interior.
No comando do programa jornalístico da hora do almoço, na emissora gravataense, ficou até o primeiro semestre deste ano, dividindo a apresentação com Simone Cristina durante cinco anos. Atualmente, atua como repórter do programa.
Programa Boa Noite, Chã Grande
Segunda à sexta: 18h
Rádio Chã Grande FM 98,5 Mhz



Uma das obrigatoriedades para o desenvolvimento pleno da educação pública é a alimentação. Estudante que tem acesso a uma alimentação saudável e regular, é mais propenso a adquirir um maior conhecimento, segundo estudos na área. E pensando nisso, a Prefeitura de Chã Grande, através da secretaria de educação, não tem medido esforços para garantir alimentação saudável e rica em nutrientes para os alunos da rede municipal de ensino.
Prato colorido, com mais presença de vegetais, frutas e verduras tem sido uma constante nas escolas da rede municipal de sino. Através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), lançado na última semana, escolas têm sido abastecidas regularmente, podendo oferecer assim uma alimentação balanceada para os mais de 5 mil alunos da rede, diariamente.
Além de oferecer a possibilidade de o aluno consumir um alimento mais nutritivo, a Prefeitura de Chã Grande investe também na agricultura familiar, através do PAA. Todos os alimentos fornecidos para as escolas são produzidos por agricultores changrandense, que também ganham uma renda extra com o fornecimento do alimento. E nisso, frutas, verduras, legumes e vegetais, produzidos no próprio município, são utilizados para a produção da merenda escolar de crianças e adolescentes.
Na Escola Municipal João Faustino de Queiroz, no Newton Carneiro I, por exemplo, o cardápio reforçado ajuda ao desenvolvimento de crianças carentes da comunidade. Nesta terça, o cardápio oferecido aos alunos era fava com charque, bacon e calabresa, acompanhada de arroz e balanceada com salada, dando um colorido ao prato.
Mas fornecer uma alimentação saudável só é possível graças às recomendações de uma nutricionalista, que prepara o cardápio das escolas do município. A profissional é a responsável por garantir mais saúde no prato das crianças e adolescentes de Chã Grande, todos os dias.

A Quadra Poliesportiva José Barbosa Filho, na Escola Municipal XV de Março, foi palco do 2º Encontro de Capoeiristas, realizado pelo grupo Legião Brasileira de Capoeira, neste domingo (20). Durante o encontro, os participantes puderam aprender um pouco mais do esporte.

A programação do evento presenteou os praticantes da capoeira de Chã Grande e de outras cidades, que estiveram no encontro, com a ministração do professor de educação física Mestre Macarrão, sobre técnicas no esporte.

Durante toda a manhã, a cultura e a arte da capoeira se fizeram presentes no encontro. Através da entoação de cânticos e toques característicos do esporte, uma grande roda de capoeira se formou na quadra, convidando todos a participarem.

No final do encontro, assim como acontece em outros esportes, como o oriental Taekwondo, alguns praticantes foram graduados. No caso da capoeira, a troca de corda é o momento que marca a graduação do praticante.

A capoeira é um esporte originalmente brasileiro. Ele começou nas senzalas das grandes fazendas escravocratas, durante o período do Brasil Colônia. De lá pra cá, a capoeira, que também pode ser entendida como arte e cultura nos dias atuais, passou por momentos diversos. Já chegou a ser combatida e proibida, mas hoje atrai um grande número de participantes em todo o país.


A Banda Musical XV de Março está em festa nesta quarta-feira (23). A instituição musical completa hoje 42 anos de atividades. Nessas quatro décadas de atuação, a Banda XV de Março sempre se destacou pelo brilhantismo em suas apresentações, sejam elas cívicas, culturais, artísticas ou religiosas, não apenas em Chã Grande, mas sim em toda a região.

Fundada no ano de 1975, ainda como fanfarra, no período do ex-prefeito José Gomes da Silva, a Banda Musical XV de Março logo se destacou pelas suas apresentações marcantes. Na época de sua fundação, a Escola Municipal XV de Março, que dá nome a Banda, também iniciava sua trajetória como uma das mais importantes do município.

Do tradicional vinho, que coloriu seus uniformes ao longo dos anos, a XV de Março passou ao azul e vermelho, com mudança também em sua nomenclatura. A partir de 2013, a instituição passou a ser chamada de Banda Musical, extinguindo o termo Marcial.

Tendo como maestro o professor de música Jailson Alves, a instituição dispõe de um seleto time de músicos, das mais variadas idades. Além disso, a Banda mantém uma escola de música para novos integrantes.

Nos desfiles cívicos de 7 de Setembro em Chã Grande, a Banda Musical XV de Março é a responsável pela abertura. A banda é a primeira a se apresentar no evento. Além de Chã Grande, outras cidades da região também já receberam a visita da corporação musical. Em 2015, a instituição se apresentou na Assembleia Legislativa de Pernambuco, durante homenagens ao Consulado Americano no Recife.


Um carro capotou na rodovia BR-232, no município de Moreno, na Região Metropolitana do Recife (RMR), na manhã desta quarta-feira (23/8). O acidente deixou o motorista, um rapaz de 24 anos, ferido. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o capotamento ocorreu por volta das 8h30 e, para que a vítima fosse socorrida, o trânsito da rodovia foi interditado por 15 minutos.

O condutor foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foi levado, pelo helicóptero da base da PRF, para um hospital particular no bairro do Paissandu, na área Central do Recife.

Menina atropelada

O sepultamento de Tainá Prazeres do Nascimento, de 12 anos, que morreu após ser atropelada por um caminhão na terça-feira (22), em Jaboatão dos Guararapes, está marcado para acontecer na tarde desta quarta-feira (23), no Cemitério Público de Moreno. Segundo testemunhas, Tainá estava na calçada da Rua Vinte e Um de Abril, no bairro de Sucupira, quando um caminhão de um armazém de construção perdeu o controle na descida da ladeira e terminou atingindo a menina nas pernas.

A família da menina afirma que o motorista prestou socorro inicialmente, mas depois fugiu do local, e que o dono do armazém está prestando assistência. “Mas nada traz minha filha de volta. Ela era trabalhadora, esforçada”, disse o pai de Tainá, o entregador de gás Gustavo Nascimento. O caso vai ficar sob a responsabilidade da Delegacia de Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes.



Nos últimos dias, um verdadeiro mutirão foi montado em Gravatá, no agreste de Pernambuco, para resolver o problema da limpeza urbana. Sem conseguir manter com regularidade a coleta de lixo, que se espalhava por todos os lados da cidade, prefeituras vizinhas, como Chã Grande e Pombos, auxiliaram no serviço.

O mutirão foi realizado no último dia de 2015, como também no primeiro dia de 2016. Chã Grande cooperou com o serviço destinando para o município vizinho máquinas e caçambas, que se espalharam pela cidade para a retirada do lixo acumulado.

Segundo informações, a ação partiu do governador Paulo Câmara, que, recentemente indicou o coronel Mário Cavalcanti como interventor, substituindo Bruno Martiniano, afastado por ordem judicial. 

Nas redes sociais não faltaram elogios ao município de Chã Grande pela chamada prática da boa vizinhança. Apesar de utilizar o maquinário fora do município, os serviços em Chã Grande não foram afetados nos dois dias.


Como forma de manter viva a sua rica história, a Banda Musical Pedro Jorge Frassatti todos os anos dedica um pouco de seu tempo no Desfile Cívico da cidade para homenagear um de seus fundadores, o Sr. Otávio Vasconcelos. Por alguns instantes, a Banda executa hinos e dobrados em frente a sua residência, na rua Justino Gomes da Silva. 

O momento é marcante, tanto para os músicos, quanto para seu Otávio, que foi um dos responsáveis pela história de mais de 50 anos da Banda que é mais antiga até que a emancipação política de Chã Grande.

Por alguns preciosos instantes, o desfile da Pedro Jorge Frassatti é interrompido para ouvir as palavras de seu Otávio, bastante debilitado pelo peso da idade. As palavras que pronuncia são de sinceros agradecimentos por manter viva a história da instituição, fundada no ano de 1960, por ele, Manoel Simões Barbosa (In Memorian) e Seu Euclides (In Memorian), avô do maestro Jailson Alves, da Musical XV de Março.

Quando fundada, a hoje Banda Musical Pedro Jorge Frassatti funcionava como uma Sociedade Musical, mantida através de doações e associações. Contava com presidentes eleitos. Atualmente faz parte do município de Chã Grande, sendo administrada pela Secretaria de Educação.

Como forma de retribuição pelo gesto de carinho dos músicos atuais pelo fundador, a família de seu Otávio fixou uma faixa os parabenizando por passar adiante a história e cultura de Chã Grande em forma de música.










No da em que todo o Brasil celebra o 192º aniversário da Independência, ocorrida no dia 7 de setembro de 1822, foi debaixo de muita chuva que Chã Grande prestou as suas homenagens à Pátria, através do Desfile Cívico, realizado neste domingo.

Um total de 10 bandas participaram do desfile, que teve início às 9hs. Foram quatro bandas de Chã Grande, três de vitória de Santo Antão, duas de Pombos e uma de Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife.

Estiveram presentes autoridades municipais, como o prefeito Daniel Alves, o vice Léo de Seu Dida e vereadores da bancada da situação. Além de secretários, diretores, funcionários e população em geral.
Abrindo o desfile, a Banda Musical XV de Março, do maestro Jailson Alves, encantou o público em sua apresentação em frente a Prefeitura Municipal de  Chã Grande. A banda pertence ao município, faz parte da Escola Municipal XV de Março, a maior escola pública de Chã Grande. Foi fundada em 1975, ainda como Banda Marcial XV de Março.

A segunda banda changrandense a se apresentar foi a Fanfarra João Faustino de Queiroz, comandada pelo Maestro Professor José Bezerra, que já foi maestro em outras bandas, como a do XV de Março e Pedro Jorge Frassatti. A banda apresentou ao público seu novo fardamento, nas cores azul e branco. A Fanfarra João Faustino de Queiroz foi criada em 2012, ainda na gestão do ex-prefeito Diogo Alexandre.

A  mais jovem das bandas a se apresentar este ano, a Marcial Nosso Amiguinho foi estreante no desfile cívico. Formada por alunos da instituição de ensino que dá nome à banda, tem como maestro Márcio Carneiro.

Encerrando com chave de ouro o desfile em Chã Grande, a Banda Musical Pedro Jorge Frassatti, como todos os anos acontece, foi a última a se apresentar. Com um repertório composto por uma grande variedade musical, a banda mais antiga da cidade agradou ao público em sua apresentação. Um dos pontos altos de seu desfile, porém, foi sua homenagem  a um de seus fundadores, Sr. Otávio Vasconcelos.



















Fanfarra João Faustino de Queiroz